Ponta Grossa: 42 8873-5961 | 42 3028-2847

INVESTIMENTOS

Na nossa prateleira você encontra opções em Ações, Renda Fixa, Futuro, fundos de investimento e imobiliários. Nosso objetivo é ajudar você a encontrar o investimento ideal de acordo com o seu perfil e seus objetivos.

MERCADOS FUTUROS | PLANEJAR É VIVER

Contrato futuro não é um ativo à vista. É apenas uma expectativa do valor que determinado ativo alcançará no futuro, negociado na forma de um contrato.

Uns utilizam contratos futuros para proteção, como um importador exposto à variação do dólar ou um produtor que se preocupa com a queda dos preços (hedge). Outros os usam como ferramenta de especulação. Esses são maioria no mercado.

 

Como funciona

Mercado Futuro

Mercado como outro qualquer que conta com a presença de vendedores e compradores influenciados pela oferta e demanda dos ativos negociados. A diferença é que, em vez de ativos à vista, são negociados contratos para liquidação em uma data futura específica, previamente autorizada. Espera-se que o preço do contrato futuro de uma determinada ação seja equivalente ao preço à vista, acrescido de uma fração correspondente à expectativa de taxas de juros entre o momento da negociação do contrato futuro de ações e a respectiva data de liquidação do contrato.

Margem de garantia

É um dos instrumentos de salvaguarda financeira utilizado pelo mercado futuro. Trata-se de depósito (em dinheiro ou em ativos aceitos pela Bolsa) exigido de todos os clientes para abrir suas posições. Portanto, para entrar na compra ou na venda de um contrato futuro, você não precisa do valor total desse contrato, mas somente de uma margem depositada na conta. Por isso os contratos futuros podem ser tão alavancados.
Exemplo: suponhamos o preço da saca de café a U$ 340,00. O contrato é de 100 sacas de café. Isso significa que o valor do contrato é U$ 34.000,00. Se a cotação do dólar está em R$ 1,80, esse contrato vale R$ 61.200,00 (34.000 x 1,80). Porém, para comprar esse contrato, você não precisa ter os R$ 64.000,00. Precisa apenas da margem, que, no caso do contrato de café, é em torno de R$ 3.000,00 por contrato. Resumindo, com apenas R$ 3.000,00 de margem, é possível comprar algo que vale R$ 64.000,00 no Mercado Futuro. Assim que a posição é zerada, a margem de garantia é devolvida, então não há um gasto. Além de dinheiro, são aceitos como margem, ações, títulos públicos, ouro, CDB etc.

Ajuste de posição

Mecanismo por meio do qual as posições mantidas pelos clientes, nos mercados futuros, são acertadas financeiramente todos os dias, conforme apresentem ganho ou perda em relação ao preço de ajuste do dia anterior. As posições em aberto ao final de cada pregão serão ajustadas com base no preço de ajuste do dia, determinado segundo regras estabelecidas pela Bolsa, com movimentação financeira no dia útil subsequente. O ajuste diário das posições em aberto será realizado até o dia útil anterior ao dia de alocação do Aviso de Entrega.

Contratos, códigos e vencimentos

As três primeiras letras representam o ativo do contrato:

Exemplos:
Café Arábica > Código ICF
Boi Gordo> Código BGI
Milho > Código CCM
Soja > Código SOJ
Etanol > Código ETN
Dólar > Código DOL
Minidólar > Código WDL
Índice > Código IND
Mini-índice > Código WIN

A 4ª letra representa o mês de vencimento:
F = janeiro
G = fevereiro
H = março
J = abril
K = maio
M = junho
N = julho
Q = agosto
U = setembro
V = outubro
X = novembro
Z = dezembro
Exemplo: BGIV (contrato futuro de boi com vencimento em outubro)

Os dois números finais representam o ano:
Exemplo: BGIV15 (contrato futuro de boi com vencimento em outubro de 2015).

 

Quem pode operar

São a maioria do mercado e estão interessados em auferir ganhos com as flutuações de preços. Podem usar tanto análises fundamentalistas quanto gráficas. Nos contratos futuros de commodities, os gráficos seguem movimentos muito mais definidos, por isso agradam tanto os analistas gráficos. Pelo ponto de vista dos fundamentos, observa-se em commodities principalmente oferta x demanda. Uma dica para se inteirar sobre os fundamentos é acompanhar os relatórios ao final do dia do Mercado Futuro.
Exemplo de um trade de investidor (especulador):
– Após análise das informações disponíveis sobre o mercado de boi, o investidor acha que os preços subirão e decide comprar 10 contratos de boi.
– Supõe-se que o preço esteja em R$ 92,00/@.
– Se a margem de cada contrato é R$ 1.700,00, o investidor precisará de R$ 17.000,00 de margem.

COMPRA 10 contratos em R$ 92,00/@.
– Acertou sua análise e o mercado subiu até seu objetivo em R$ 94,00.

VENDA 10 contratos em R$ 94,00/@.
= LUCRO DE R$ 2,00 por arroba X 330 arrobas = R$ 660,00 por contrato X 10 contratos = R$6.600,00

Conclusão:
A oscilação de preço foi de R$ 92,00 para R$ 94,00 (2,17%). Porém, como o investidor precisou de uma margem de apenas R$17.000,00 e teve um ganho de R$6.600,00, o ganho real foi de 31%!
Obs.: assim que zerar a posição, a margem de garantia é devolvida.

 

Hedgers

Hedgers são os participantes do mercado ligados ao produto físico.

Os vendedores têm o produto físico, como os produtores rurais e suas cooperativas. Eles entram no mercado procurando um “seguro” contra uma eventual baixa de preços em uma data pré-determinada no futuro (data da comercialização da safra agrícola). Os compradores são os que precisam do produto como matéria-prima para a sua atividade. Eles buscam o mercado futuro para assegurar o preço de seu insumo e garantir o custo de seu produto final.

Exemplo de uma operação de proteção (hedge):
Quantidade: 3 mil sacas.
Custo por saca: R$ 15,83.

Cada contrato de milho na bolsa é composto por 450 sacas, portanto:
3 mil sacas/450 sacas = 7 contratos.

Supondo-se que a intenção seja vender em setembro e que o mercado atual referente a setembro esteja em bons patamares, é possível “travar” o preço na Bolsa para garantir o valor atual, mesmo que no futuro (setembro) ele venha a cair.

Nesse caso, é necessário, antes de tudo, abrir conta em uma corretora e depositar uma margem de garantia. No caso do contrato com vencimento em setembro, por exemplo, a margem para o produtor é de R$ 1.000,00/contrato. Multiplicando-se por sete contratos, a margem total exigida é de R$ 7.000,00.

*Para cadastrar-se como hedger, é necessário apresentar a nota de venda física à corretora.

Tomando como base um valor de R$ 24,50/saca em Campinas (SP) e o diferencial de base histórico para a região de Cascavel (PR), que é de R$ 3,50/saca, procura-se realizar o hedge em R$ 21,00/saca.

Supondo-se que o mercado físico caia para R$ 20,00/saca, temos:
BM&F: 24,50 – 20,00 = 4,50 * 3.000 sacas = R$ 13.500,00.
Físico: 21,00 – 3,50 = 17,50 + 4,50 = R$22,00 (hedge em 21,00/saca).

Supondo-se que o mercado físico suba para R$ 25,50/saca, temos:
BM&F: 24,50 – 25,50 = -1,00 * 3.000 sacas = R$-3.000.
Físico: 25,50 – 3,50 = 22,00 – 1,00 = R$21,00 (hedge em 21,00/saca).

Conclusão:
Com um custo por saca de US$ 15,83, o lucro líquido foi de R$ 5,17/saca, tanto com o mercado em alta como com ele em baixa.
Obs.: no vencimento do contrato, a margem de garantia será devolvida.

Opções

Existem mercados de opções sobre futuros da mesma forma que no mercado de ações. É possível comprar ou vender calls e puts de café, soja, índice etc. As opções podem ser úteis para quem quer se proteger. Um produtor de soja, por exemplo, pode comprar uma PUT (opção de venda). E se o mercado de soja cair, a PUT se valoriza, protegendo o produtor.

As opções também podem ser usadas de forma especulativa. Por exemplo, se a tendência do mercado de boi for subir, você pode comprar uma call (opção de compra). Ou fazer outras operações mais estruturadas, como uma trava de alta, condor, borboleta, etc.

 

Análise Fundamentalista

Na análise fundamentalista avaliam-se fatores de oferta e demanda, como consumo, produção, estoques e fatores meteorológicos ou macroeconômicos de forma isolada ou não, buscando antever os movimentos dos preços. Normalmente as operações baseadas na análise fundamentalista possuem um tempo de “maturação” mais longo e uma relação retorno/risco mais elevada.

 

Análise Técnica

Na análise técnica utilizam-se gráficos como base para decisão de pontos e momentos de compra e venda. Alguns dos conceitos são: suporte e resistência, candles de reversão, formações gráficas e diversos estudos como Médias Móveis, Índice de força relativa, MACD, entre outros.

 

Como começar?

O primeiro passo é possuir conta na Apollo Investimentos. O procedimento de cadastro é muito simples. Depois basta depositar a margem de garantia. Lembrando que, além de dinheiro, são aceitos como margem, ações, títulos públicos, ouro, CDB etc.

Com conta aberta e margem, basta operar. Você pode abrir diretamente no seu Home Broker o book de qualquer contrato futuro e entrar na compra ou venda. Essa é mais uma das vantagens do mercado de futuros. Se você acha que a tendência do preço é de subida, compre; se você acha que é de baixa, venda. Você pode ganhar tanto com a alta como com a queda dos preços.

Exemplo: digite ICFU15, caso você queira operar o café com vencimento para setembro de 2015. No book vão aparecer compradores e vendedores. Se ao fazer sua análise, você achar que o café vai cair, venda. Se houver queda de preços, basta comprar e embolsar o lucro. E tudo isso é feito diretamente pelo seu Home Broker.

 

Ações

Quer ser sócio das empresas mais admiradas do país?

Invista em ações...

Fundos de Investimento

Fundo de Investimento é um tipo de aplicação financeira que reúne recursos de um conjunto de investidores...

Oferta Pública

Confira aqui as ofertas do mercado...

Futuros

Contrato futuro não é um ativo à vista. É apenas uma expectativa de valor que

determinado ativo alcançará no futuro...

Fundos

Imobiliários

São formados por grupos de investidores com o objetivo de aplicar recursos em todo o tipo de negócios...

Renda Fixa

É o investimento realizado diretamente em Títulos Públicos e Privados de Renda

Fixa...

FALTA POUCO

PARA VOCÊ

COMEÇAR A

INVESTIR

ABRA SUA CONTA

ON-LINE RÁPIDO

GRÁTIS

O futuro pertence aqueles que acreditam na beleza de seus sonhos.
PARCEIROS